Create a Joomla website with Joomla Templates. These Joomla Themes are reviewed and tested for optimal performance. High Quality, Premium Joomla Templates for Your Site

Fale Conosco: (11) 3670.1020

“Nossa batalha é árdua, mas não vamos desistir!

Iniciada em março, a negociação da Campanha Salarial 2017 tornou-se uma das mais difíceis dos últimos anos! A cada reunião, o sindicato dos patrões mantinha uma postura intransigente e pessimista! Chegada nossa data base – 1º de maio-, sem um acordo razoável, o SindiFast resolveu continuar negociando com os patrões e antecipar uma pequena parte do reajuste salarial deste ano, que será complementado quando a nova Convenção Coletiva for finalmente assinada.”

Temer acerta reforma da Previdência com Maia e Eunício

O presidente da República se reuniu com os presidentes da Câmara e do Senado para discutir o cronograma das reformas econômicas

O presidente Michel Temer discutiu neste domingo com ministros e com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira(PMDB-CE), a pauta econômica de votações urgentes do governo no Congresso. O encontro ocorreu no Palácio do Planalto e durou cerca de quatro horas.

Temer quis sondar com quantos votos pode contar para aprovar a reforma da Previdência, depois de enterrar a denúncia contra ele por corrupção passiva na Câmara. Ele também debateu pontos da reforma tributária, especificamente uma simplificação do PIS/Cofins, e as próximas votações de medidas provisórias enviadas ao Congresso, como o Refis.

“O presidente pediu trabalho e empenho para que possamos cumprir a agenda econômica”, disse o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco. “Debatemos a questão da Previdência e queremos avançar na simplificação tributária.”

A reunião terminou às 15h25 e não estava prevista na agenda. O encontro serviu para que o governo pudesse esboçar um cronograma de votações. Participaram os ministros Henrique Meirelles (Fazenda), Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) e Antônio Imbassahy (Governo).

O encontro foi convocado porque o presidente viaja na segunda-feira para São Paulo, onde assinará acordo com a prefeitura da capital paulista para sanar uma disputa judicial que se arrasta há cerca de 60 anos pela posse do terreno do aeroporto Campo de Marte. Nem os ministros, nem os parlamentares deram declarações oficiais.

Após o encerramento, Temer ficou reunido no gabinete presidencial com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, por alguns minutos e depois deixou o Palácio. As visitas públicas ao Planalto ficaram suspensas por causa da presença das autoridades.

 

Fonte: Veja (Com Estadão Conteúdo)